08 outubro 2013

Lost In Life- Capítulo 6. Laços de Família



Ele tinha um corpo escultural, um corpo muito sexy e atraente, me deixou até um pouco excitada. Foi ai que lembrei que eu também estava nua, peguei a toalha rápido e me enrolei.

 Belo corpinho. 
 Disse ele me olhando por inteiro.





Ainda estava em choque. Com a boca aberta e segurando a toalha enrolada no corpo.

 Desculpa.. Foi.. sem querer!  Disse gaguejando.
 Sei..

Saí do banheiro e fui fechando a porta, de dentro ele gritou "Tem espaço aqui se quiser!" e eu respondi gritando: "Prefiro morrer." e ele respondeu "Tecnicamente você está morta esqueceu?'" É estranho isso de estar morta. Quer dizer, eu morri, só que tipo que estou viva porque tinha sangue de vampiro no sangue, então eu sou uma morta-viva? Isso é complicado e estranho. Depois de um tempo ele saiu do banheiro e pelado novamente, fiz uma cara de surpresa

 Que foi? Não é nada que você não viu.  Ele disse.

Passei direto e entrei no banheiro, tranquei a porta por precaução. Tomei meu banho e me arrumei.

(sem a máscara, óbvio)

Saí do banheiro e guardei minha outra roupa.

 Sei que você gostou do que viu.  Ele disse se achando.
 Não quero mais que isso aconteça, entendeu?
 Ok, agora vamos encontrar o papai perdido?

Assenti e fomos para o show de mágica.

[...]

Entramos e sentamos na platéia, esperamos começar o show, quando de repente anunciam o meu pai para entrar no palco, então ele entrou e ele até que se parecia comigo. Cabelos castanhos escuros, curtos e repicados e olhos castanhos claros. Vimos o show e depois quando acabou, invadimos o camarim.

 Oi pai.  Disse

Falei enquanto ele terminava de tirar a maquiagem no espelho. Ele me olhou por inteiro um pouco surpreso e se levantou da cadeira.

 Eu sabia que você viria até a mim.

Ele se levantou e veio até a mim, do nada o Matt fica na minha frente como se fosse me proteger.



 O que você tá fazendo?  Disse.
 Não sabemos mesmo se ele é seu pai.

Matt o olhou nos olhos.

 Eu sou o pai dela, nos parecemos e sei que ela se tornou uma vampira agora, foi você que a transformou?
 Não.
 Agora dá pra sair da frente?  Disse Nicholas.

Matt saiu devagar e Nicholas se aproximou até a mim, me afastei um pouco com medo.

 Calma, está com medo? Não vou te morder. Só vou te matar.

Naquela hora tudo ficou confuso.

 Eu sabia que você viria até a mim, um dia você descobriria que aqueles imundos não são seus pais verdadeiros. Pobre Candice.. Eu sou seu pai sim, mas eu quero te matar, sabe por que? Porque por sua causa sua mãe morreu! A ÚNICA PESSOA QUE EU TINHA! Eu tive que desligar minhas emoções para não sofrer tanto quanto eu sofria, eu andei te procurando pelo mundo e agora você está aqui na minha frente.

Ele botou a mão no  meu pescoço e começou a me enforcar, a força dele era mil vezes maior que a minha. Matt o empurrou e ele caiu.

 Corre!  Disse Matt.

Segurei a mão dele e corri até o hotel junto com ele, chegando lá me joguei na cama e suspirei.

 Agora eu estou muito confusa!

Me levantei da cama.

 Ele queria me matar! Aquela bruxa não falou nada disso.
 Ele queria vingança, já que sua mãe se matou por você e agora foi como se ele declarasse guerra, ele vai te procurar, te seguir, até conseguir te matar.. 
 Eu vou nele agora!

Abri a porta mas ele me puxou pra dentro.

 Tu acha que vai sozinha?
 Então vamos!

Saímos do hotel e voltamos lá, encontramos ele novamente no mesmo lugar.

 O que você quer comigo?
 Você não sabe mesmo nada sobre você né? Você é a chave. Katerina quer você, mas eu vou encontrar primeiro.
 Por que eu?
 PORQUE VOCÊ GARANTE VIDA ETERNA! Quem for um vampiro ou qualquer ser sobrenatural e te matar, ganhará vida eterna e por isso quero te matar, por vingança e por isso.

Ele correu até a mim e eu me afastei correndo até o hotel. Quando cheguei no hotel lembrei que Matt estava lá, esperei ele mó tempão no hotel e depois de um tempo ele chega machucado com arranhões no rosto sangrando e mancando.

 Matt!

Corri até a ele e o ajudei a caminhar até a cama, ele sentou na cama e eu peguei uma gaze e passei no rosto dele.

 O que aconteceu?
 O paizinho resolveu despertar a fúria  Ele falou com um ar cansado.
 Você é um vampiro, como é que deixou ele te fazer isso? Depois eu que sou fraca..
 O problema é que ele é o primeiro vampiro de todos, ele tem mais força.
 Ah..

Limpei os ferimentos dele e depois tomei um banho e troquei de roupa. Me deitei e ele se deitou também, ficamos olhando para o teto.

Depois virei para ele e o fiquei encarando, sorri. Virei novamente olhando para o teto e ele segurou minha mão pois perceber que eu estava triste por meu pai não ser o que eu esperava..



Me senti bem e enfim consegui dormir.

[...]

TO BE CONTINUED..

Pessoal, esse cap. foi pequeno pq queria postar logo, sorry ;c

Nenhum comentário :

Postar um comentário